Pelo Exemplo

 

11263015_10202918597924439_7221176812723645946_n

Hoje acordei com lembranças da minha mãe. Enquanto morava com ela, era muito raro encontrá- la abatida, cabisbaixa. Quase nunca nos deixava assistir suas lágrimas. Algumas vezes quando não tínhamos o pão no café da manhã, lembro-me que logo se movimentava de um lado para o outro, lavando roupa ou preparando o almoço. “Mãe, cadê o pão?!- perguntava. “Hoje não tem, mas daqui a pouco vamos almoçar!”-resolvia. Simples assim. Com ela não tinha “chororô”. Acho que imprimiu isto em mim. Uma vez me disseram que quando nos abatemos diante das adversidades, elas se tornam ainda maiores. Minha mãe me ensinou, pelo exemplo, que tudo passa. As coisas boas e as ruins. Nada é tão bom que dure pra sempre e nada é tão ruim que não possa ser superado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s